É Inverno

Parece que hoje foi Inverno. Se ontem esteve um dia maneirinho e as temperaturas andaram a rondar os graus indicados para não se ter muito frio, lembrando o inicio da Primavera ou o fim do Outono, hoje a coisa fiou mais fino e esteve um frio desgraçado.

Ou me metem mais lã na cama, ou estou a arder com frio.

Já agora, parece que só quando me queixo é que me limpam esta bodega.

Ò tu! Isto está uma pocilga imunda!

Is there anybody out there?

Epa, desculpem lá o desleixo mas não tem havido grande hipotese de vir à net. Já ninguém me liga.

Há até dias e dias que passo sem comida e sem água.

Ao menos que me deixassem hibernar. Sempre era menos um bocadinho que eu sofria.

Bolachas Maria

Deves achar que tens muita piada, ó camelo de me*da!!

Dás-me um doce mas tem de ter truque por trás, não é, ó minha besta!!

Não é que este gajo (o alto e estúpido e essas coisas todas) me deu uma bolacha (acho que é uma bolacha maria). Até aqui tudo bem, que isto até é bem bom, mas dar-me uma bolacha inteira?
Para começar não me cabe na boca, para continuar é grande, para finalizar já me fartei de marrar com tudo o que está dentro da gaiola. Já para não falar que não consigo passar à porta para ir para o ninho guardar isto.

Tens uma piada do caraças!!!

Temos novo Record

E quase uqe chegavamos a um mês! Sim!! Um mês sem me limparem a porcaria da gaiola.

Para os que me seguem atentamente (o que deve andar entre zero e nenhum) devem ter reparado que deixei de chamar casa à minha gaiola. Agora percebi que o meu poder é infinitamente menor aquele que eu pensava que tinha.

Pois é, não posso fazer nada que o gajo alto não queira.
Percebi isso quando ele me deixou de tirar da gaiola como fazia antes. Agora vou-me portar bem porque eu gosto muito de ir laurear a pevide.

Ah! Já tenho a gaiola limpa. Ao menos isso.

“bons” velhos tempos

Apesar de ninguém dar dois tostões por isto eu vou continuar a escrever.

Estamos de volta aos “bons” velhos tempos. O gajo alto trouxe-me para Lisboa, deixou de me limpar o wc e só me dá àgua de tempos a tempos.

Só saio quando o rei faz anos e é porque faço um bocado de barulho. Qualquer dia arrumo a trouxa e faço-me à estrada. Se calhar já nem demoro muito a tenta-lo.

Isto é que vai aqui uma açorda.

Isto anda mau

Já ninguém quer saber do meu blog… é que nem eu cá tenho vindo. Isto não pode continuar assim mas para eu vir aqui escrever preciso de incentivos externos. Vamos lá leitores! (se é que ainda sobram alguns) digam que me idolatram e que gostavam de ter alguém como eu na vossa vida! Vá, eu sei que vocês pensam nisso todos os dias.

Entretanto já consegui voltar para Lisboa.

Andava a pensar em hibernar mas com o Verão a bombar não consigo. Ando cheio de calor…

Vá! Quero ver quem tem coragem de dar a cara e dizer que gosta muito muito muito de mim!

Foi mal

Deixei de vir cá postar e perdi os leitores assiduos. Prometo que vou tentar postar pelo menos uma vez por semana.

Para castigo já chega o facto de não me levarem daqui.
QUERO IR PARA LISBOA!!!